sexta-feira, 11 de setembro de 2009

Os reaccionários

Parece que algumas pessoas ficaram incomodadas por existir uma petição que simplesmente pede para que quem pague a A21 sejam os seus utilizadores e não os contribuintes. Segundo parece é algo reaccionário não querer pagar algo que não se usa, eu sei que sim. Neste país é mais normal calarmo-nos e deixar os outros mamar e calmamente deixar chegar a nossa vez para também podermos mamar. Nesse sentido, alguém que se oponha à mama só pode ser um reaccionário sem respeito pelos bons costumes lusitanos.

7 comentários:

MC disse...

Já assinei, depois de receber o mail e também já recomendei a assinatura em nome da justiça... daquela justiça que é mesmo cega e não distingue uns dos outros.

Não deixo de concordar com o epíteto de reacionário atribuido à petição do Nuno: ela reage e por isso os meus sinceros parabéns.

É dever moral de qualquer homem que se oriente por critérios racionais (ex: de Razão) reagir, combater e denunciar o canibalismo em que se transformou a sociedade.

O binómio acção/reacção é paralelo a um outro também combatido e odiado pelos "mamões": o binómio causa/efeito. Esta postura faz parte da necessidade imperiosa que têem de evasão da realidade e das leis da natureza. Só assim se explica o estado em que nos encontramos.

A bem dos homens, da realidade e da Razão, reacionários procuram-se...

Dax Speculator disse...

Caro Nuno Branco,

O problema é muito mais profundo do que uma mera portagem de auto-estrada ser paga ou gratuita.

Para começar, muitas das auto-estradas feitas mais recentemente não eram necessárias. Não conheço o caso da A21 mas conheço bem o da A29 que liga Vila Nova de Gaia à A25 (Vilar Formoso - Aveiro) e que é PARALELA à A1!

Qual a utilidade dessas auto-estradas? Dar a ganhar aos pobres empreiteiros talvez? De qualquer forma, a conclusão a que chego é que este tipo de auto-estradas irá funcionar como um engodo para o povo pois começam por ser gratuitas para "viciar" os utentes e, depois destes estarem bem viciados, põe-se os utentes a pagar - e muito bem - o vício.

Cumprimentos,

Dax Speculator

Sérgio disse...

Já assinei e concordo plenamente com os comentários anteriores, há que perceber que estas obras tem custos, se começar a doer então talvez na próxima haja mais racionalismo nas obras que se constroem, que em vez de desenvolvimento levem a endividamento!

lex disse...

o problema d A29s e outras é q nao, nao eram necessárias serem auto-estradas.. vias rápidas de dupla faixa bastariam.. e mais estradas nacionais... e que parassem de construir nas poucas partes das nacionais por urbanizar.. a maioria das nacionais são hoje ruas compridas..

Gonçalo disse...

http://economico.sapo.pt/noticias/estado-compra-autoestrada-municipal-de-mafra-por-200-milhoes_70566.html

e eventualmente a autoestrada acabou por ir parar as maos do estado

Sr. inflacionista faça a sua analise
se faz favor :)

MC disse...

No estado já ela estava (C.M. Mafra) que é onde invariavelmente se brinca com o dinheiro dos outros.

Deixou foi de ser custeada apenas pelos mafrenses, e passou a sê-lo por todos os portugueses.

Nuno Branco disse...

O timing é bastante interessante, enquanto o povo se entretem com eleições vão-nos ao bolso por 200 milhões de euros e ninguém dá por nada.

O louco do presidente da Câmara ainda faz negócio com a trampa que fez, será eleito certamente pela população que vê nele não um gatuno mas um tipo "esperto" que faz auto-estradas para os "outros" pagarem... se a moda pega pelos outros concelhos o país afunda ainda mais depressa do que com o BE no governo.

Acabei de voltar de férias, durante esta semana voltarei a olhar para isto.